Empresários bolsonaristas bancam ataques e postagens pró-ato, diz inquérito

Investigação aponta que rede de apoio ao presidente Jair Bolsonaro está por trás de ataques virtuais contra ministros do STF

O ministro Alexandre de Moraes é o relator do processo (Foto: Nelson Jr / SCO / STF)

O ministro Alexandre de Moraes é o relator do processo (Foto: Nelson Jr / SCO / STF)

Política

A investigação aberta pelo STF para apurar fake news e ataques aos ministros do Supremo Tribunal Federal apontou que empresários bolsonaristas bancam ataques virtuais aos integrantes da Corte. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Esses mesmos empresários, informa a reportagem, também bancam postagens em redes sociais convocando para o ato contra o Congresso Nacional e o judiciário, marcado para o próximo domingo 15. O próprio presidente Jair Bolsonaro já usou suas redes sociais para incentivar os atos a seu favor e contra o Congresso.

Segundo aponta a investigação, aberta em março de 2019 após determinação de Dias Toffoli, presidente do STF, os empresários já teriam desembolsado 5 milhões de reais para financiar os ataques, executados por meio de robôs que realizam postagens automáticas em massa nas redes com ameaças, ofensas e calúnias dirigidas aos ministros e suas famílias.

 

A relatoria do inquérito está nas mãos do ministro Alexandre de Moraes e a expectativa é que a investigação seja concluída em maio para ser enviada ao Ministério Público.

Aberta para apurar as fake news, a investigação que corre em sigilo identificou também crimes cometidos por alguns empresários bolsonaristas, como lavagem de dinheiro, sonegação fiscal e evasão de divisas.

 

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem