Em rede social do pai, Carlos Bolsonaro defende prisão após 2ª instância

Logo em seguida, o filho do presidente apagou a publicação e pediu desculpas em sua conta pessoal

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). Foto: Reprodução/Canal Leda Nagle

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). Foto: Reprodução/Canal Leda Nagle

Política

Carlos Bolsonaro, vereador do Rio de Janeiro e ‘recruta 02’ do presidente Jair Bolsonaro, pediu desculpas nas redes sociais por ter postado uma opinião sobre a prisão em 2ª instância na conta do pai.

“Eu escrevi o tweet sobre segunda instância sem autorização do Presidente. A intenção jamais foi atacar ninguém!”, escreveu Carlos. O tweet no perfil de Jair Bolsonaro já tinha sido apagado quando Carlos admitiu o erro.

Um dos seguidores do vereador apontou que ele “expôs o presidente ao ridículo”. Carlos Bolsonaro concordou: “É verdade! Estou assumindo a culpa! Mas creio que os pontos positivos superam qualquer crítica de quem é mal intencionado!”, escreveu.

O julgamento do Supremo Tribunal Federal acontece nesta quinta-feira 17 e deve perdurar nas sessões da próxima semana. A possibilidade da decisão da Corte interferir na prisão do ex-presidente Lula é um motivos do destaque sobre a Corte.

Dias Toffoli, presidente do STF, abriu a sessão de exposições dizendo que “o julgamento e as presentes ações não se referem a nenhuma situação particular”.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

É repórter do site de CartaCapital.

Compartilhar postagem