Economia

Deputados avaliam projeto alternativo para a reforma da Previdência

Sem o carimbo do Planalto, a reforma estaria blindada contra crises com o Executivo

Apoie Siga-nos no

Diante da falta de articulação entre o governo e Congresso, alguns deputados vêm se organizando para sustar o projeto de reforma da Previdência. Parlamentares do chamado ‘centrão’ estudam apresentar uma proposta alternativa à do governo.

Sem o carimbo do Planalto, a reforma estaria blindada contra crises com o Executivo. O deputado amazonense Marcelo Ramos, do PR, confirmou a intenção do grupo.

“Dentro da lógica de blindar a pauta econômica e de dar um protagonismo maior à Câmara dos Deputados, já que é a Câmara dos Deputados que tem assumido a responsabilidade de enfrentar as reformas estruturantes que o país precisa, nós hoje consideramos como hipótese a ideia de um projeto substitutivo ao projeto encaminhado pelo governo”, declarou, em um vídeo divulgado pelo G1.

Ainda segundo Ramos, a ideia é que o projeto alternativo tenha o mesmo impacto fiscal do texto do governo, que prevê uma economia de 1 trilhão de reais. Maia — apesar das eventuais rusgas com o governo — defende a reforma com unhas e dentes. Em mais de uma vez ele afirmou que, com ou sem governo, o projeto sai.

O movimento é mais um em direção a uma espécie de ‘parlamentarismo informal’. Já tramita na Câmara um projeto de reforma tributária, obra dos deputados, que vai aglutinar as proposições do ministro Paulo Guedes.

Desde a demonstração de força das manifestações pela Educação, o presidente vem expondo seu desagrado com a situação do executivo — chegou a compartilhar um texto que avaliava seu próprio governo como fraco diante do Congresso e outros polos de poder.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo