DEM avalia punir Chico Rodrigues por dinheiro na cueca

Em nota, partido informou que determinou uma apuração pelo departamento jurídico

Foto: Graziele Bezerra/ Rádiojornalismo/EBC

Foto: Graziele Bezerra/ Rádiojornalismo/EBC

Política

A direção nacional do Democratas avalia punir o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), alvo de uma operação da Polícia Federal na quarta-feira 14 em Boa Vista (RR). O parlamentar escondeu dinheiro na cueca durante a abordagem dos policiais.

 

Chico Rodrigues é um dos vice-líderes do governo Senado, ou seja diretamente ligado à articulação do Planalto no Congresso. Em nota, o DEM informou que determinou uma apuração pelo departamento jurídico do partido para acompanhar os desdobramentos da investigação.

“Estamos atentos a todos os detalhes da investigação e, havendo a comprovação da prática de atos ilícitos pelo parlamentar, a Executiva Nacional aplicará as sanções disciplinares previstas no Estatuto do partido”, diz a nota da legenda.

O estatuto do partido prevê afastamento ou até mesmo expulsão como medida disciplinar para casos como improbidade no cargo público dos filiados, atividade política contrária ao Estado de Direito, ao Regime Democrático e aos interesses partidários e falta de exação no cumprimento dos deveres públicos.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem