Política

Datena se filia ao PSB, elogia Tabata e diz que polarização é ‘imbecilidade’

O apresentador é cotado como vice na chapa da deputada para a prefeitura de São Paulo

A deputada Tabata Amaral, Datena, Carlos Siqueira e o ministro Márcio França na cerimônia de filiação do jornalista ao PSB — Foto: Reprodução/Instagram
Apoie Siga-nos no

O apresentador José Luiz Datena se filiou nesta terça-feira 19 ao PSB, em um evento em Brasília. Marcaram presença, entre outros, o ministro Márcio França (Microempresa e Empresa de Pequeno Porte), o vice-presidente Geraldo Alckmin e a pré-candidata à prefeitura de São Paulo Tabata Amaral.

Em seu discurso, Datena fez uma avaliação crítica sobre o cenário político do País no passado recente.

“O Brasil sofreu tanto nos últimos anos, com uma imbecilidade que se chama polarização, com dificuldades enormes de entender o que é a democracia”, disse.

“Tem muita gente que chega nas principais Casas do País – e, principalmente à Presidência da República – e se esquece de que é apenas um inquilino do poder. O dono do Brasil é o povo brasileiro, mas ele nunca é lembrado nas discussões sobre cargos e emendas.”

Marcado por idas e vindas em seus anúncios de que concorreria em eleições nos últimos anos, Datena afirmou não ter desistido das disputas. “Foi a política que desistiu de mim, senão eu não estaria aqui”, argumentou.

“Quando apalavraram coisas e assinaram coisas comigo que não cumpriram, eu virei imediatamente as costas e fui embora, porque vi que ao meu lado não havia parceiros do povo brasileiro”, prosseguiu. “Por isso eu decidi esperar o momento certo, em que aparecessem as pessoas corretas, para que eu pudesse disputar uma eleição.”

O apresentador é cotado para compor como vice a chapa de Tabata Amaral na corrida à prefeitura paulistana. “Acredito demais na Tabata como estadista”, disse ele.

Em seu discurso, a pré-candidata a prefeita afirmou ser uma honra dividir o partido com o apresentador.

O PSB é a décima legenda à qual Datena se filia. Até novembro, ele fazia parte do PDT, mas abandonou a sigla a convite de Tabata.

Em 2022, ele havia se filiado ao PSC e foi cotado para disputar a eleição na chapa do atual governador Tarcísio Freitas (Republicanos).

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo