Economia

Companhias apresentarão plano para reduzir preços das passagens aéreas em 10 dias, diz ministro

Segundo Silvio Costa Filho, não é possível aceitar ‘aumentos abusivos’

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho. Foto: José Cruz/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho (Republicanos), afirmou nesta terça-feira 14 que as companhias aéreas firmaram o compromisso de apresentar, nos próximos 10 dias, um plano de redução nos preços das passagens.

Costa Filho se reuniu com representantes da Latam, da Azul, da Gol, da VoePass, da Associação Brasileira das Empresas Aéreas e da Agência Nacional de Aviação Civil.

“Fizemos uma reunião com as companhias aéreas, que se comprometeram a apresentar um plano para que a gente possa buscar a redução no custo das passagens no Brasil”, disse o ministro a jornalistas.

“Sabemos que o aumento das passagens é uma questão mundial. Na Europa e nos Estados Unidos, nós tivemos aumento nas passagens aéreas. O que nós não podemos aceitar e permitir são aumentos abusivos que têm prejudicado a população brasileira.

Mais cedo, Costa Filho já havia destacado os cortes nos preços do querosene de aviação em 2023 e avaliado que a medida deveria ter maior impacto nas passagens. Em 1º de novembro, a Petrobras anunciou uma redução de 2,1% no preço médio do QAV vendido a distribuidoras.

Apesar de aumentos anteriores, a diminuição no preço do querosene de aviação acumulada em 2023 é de 14,5%, ou 74 centavos por litro, na comparação com o valor de dezembro de 2022.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo