Com agendas distintas, Lula e Bolsonaro miram suas estratégias no Nordeste

A região é um reduto eleitoreiro do ex-presidente petista. Nas últimas eleições, Bolsonaro venceu Haddad em três cidades nordestinas

O ex-presidente Lula, em São Bernardo do Campo. (Foto: Ricardo Stuckert)

O ex-presidente Lula, em São Bernardo do Campo. (Foto: Ricardo Stuckert)

Política

O ex-presidente Lula já tem definida a sua primeira viagem pelo País. No dia 17, ele vai para Recife onde participa do Festival Lula Livre. Antes de sua saída da prisão, já estavam previstos shows dos artistas Odair José e Marcelo Jeneci. Agora, a expectativa é que o evento vire um ato em comemoração à sua liberdade, alcançada na sexta-feira 8, depois de 580 dias de cárcere.

Cogita-se a possibilidade de o ex-presidente visitar Salvador na quinta-feira 14 para participar de uma reunião da executiva do PT que acontecerá na cidade. Se isso ocorrer, o partido pode organizar também um evento público para o ex-presidente ter contato com o povo.

Outra agenda confirmada pelo petista é um pronunciamento na abertura do congresso do PT, no dia 22, em São Paulo – o evento acontece de 22 a 24 de novembro. Para o momento, Lula pediu a assessores um amplo levantamento da situação do País baseado em números. O ex-presidente deve usar a fala para dar a orientação política ao partido para os próximos anos. Lula vai abordar a situação atual do Brasil e projetar os caminhos que enxerga para o futuro.

Já em seu primeiro discurso após deixar a prisão, Lula afirmou que iria percorrer o País para estabelecer uma contrapartida ao governo Bolsonaro e também fortalecer uma frente ampla das forças de esquerda.

Bolsonaro também vai ao Nordeste

O presidente Jair Bolsonaro também tem agenda no Nordeste esta semana. Nesta segunda-feira 11, o presidente deve chegar a Campina Grande para entregar um complexo habitacional com 4,1 mil moradias do Minha Casa, Minha Vida. Ele vai acompanhado do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, e de aliados. Eles serão recebidos pelo prefeito da cidade, Romero Rodrigues (PSD). É a quinta viagem de Bolsonaro ao Nordeste em mais de dez meses de mandato.

O ex-presidente Lula tem na região o seu principal reduto. No segundo turno das eleições do ano passado, Bolsonaro venceu o candidato do PT, Fernando Haddad , em apenas três cidades da Paraíba, entre elas Campina Grande, onde obteve o melhor resultado no estado, 56,3% dos votos válidos. Ele também saiu vitorioso em João Pessoa (54,8%) e em Cabedelo (50,9%). No estado, o petista obteve 65% dos votos contra 35% de Bolsonaro.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem