Boulos vai à Justiça contra Covas por distribuição de cestas básicas

Caso a Corte decida que houve abuso, o registro da candidatura de Covas pode ser cassado

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Política

O candidato à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL), acionou nesta sexta-feira 27 a Justiça Eleitoral contra seu adversário, Bruno Covas (PSDB) por abuso de poder político. A ação tem como base a distribuição de cestas básicas na periferia de São Paulo.

 

 

A entrega de alimentos, revelada em primeira mão por CartaCapital,  aconteceu nesta quinta-feira 26, na Brasilândia, Zona Norte da capital. A distribuição foi promovida por uma entidade chamada Movimento Social Beneficente (Mosobe), ligada ao PSDB.

Enquanto moradores da região se aglomeravam para retirar suas cestas, era possível ouvir em alto volume o jingle do tucano. Os advogados de Boulos acusam Covas de abuso de poder político “em prol da promoção do candidato à reeleição”.

Em resposta, Covas afirmou que sua campanha não se beneficiou da entrega de cestas básicas e pediu investigação do caso.

Caso a Justiça decida que houve abuso, o registro da candidatura de Covas poderá ser cassado. O tucano também poderá ficar inelegível.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem