Bolsonaro volta a atacar Moro: “Ex-ministro mentiu sobre interferência na Polícia Federal”

Moro não respondeu diretamente a Bolsonaro, mas postou adaptação de seu slogan: 'Verdade acima de tudo. Fazer a coisa certa acima de todos'

Presidente Jair Bolsonaro. Foto: Alan Santos/PR

Presidente Jair Bolsonaro. Foto: Alan Santos/PR

Política

Em mais uma rodada de troca de acusações, Bolsonaro voltou a publicar nas redes sociais ataques a seu ex-ministro Sergio Moro. Na manhã deste domingo 26, o presidente da República postou um vídeo da presidente do Sindicato dos Policiais Federais em São Paulo, Susanna Val Moore, e um texto em que elenca motivos para crer que nunca tentou interferir no trabalho da PF.

“Lamentavelmente o ex-ministro mentiu sobre interferência na Polícia Federal. Nenhum superintendente foi trocado por mim. Todos foram indicados pelo próprio ministro ou diretor geral. Para mim os bons Policiais estão em todo o Brasil e não apenas em Curitiba, onde trabalhava o então juiz.”, escreveu.

No vídeo anexo ao post, Susanna Val Moore fala em nome dos policiais federais que representa e reafirma a independência e a autonomia da classe, mesmo diante das trocas recentes realizadas no comando da Justiça e da própria Polícia Federal.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, não se pronunciou especificamente sobre esta publicação de seu ex-chefe. À tarde, publicou um post contando que vinha sendo vítima de fake news. “Não me preocupo, já passei por isso durante e depois da Lava Jato”, escreveu, antes de encerrar fazendo um trocadilho com o slogan de Bolsonaro: “Verdade acima de tudo. Fazer a coisa certa acima de todos”.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem