Bolsonaro tem 30 dias para mostrar exames de coronavírus, diz Câmara

Requerimento foi apresentado pelo deputado federal Rogério Correia (PT-MG)

O presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Marcos Corrêa/PR

Política

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados deu 30 dias para a Secretaria-Geral da Presidência responder ao pedido de que o presidente Jair Bolsonaro torne públicos os resultados dos testes de coronavírus aos quais foi submetido.

A ação parte de um requerimento apresentado pelo deputado federal Rogério Correia (PT-MG) e aprovado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O documento foi divulgado em 24 de março.

Bolsonaro teve o resultado do 1º exame anunciado em 13 de março e chegou a publicar uma foto em que faz um sinal de “banana” com os braços à imprensa. A conclusão do 2º teste foi noticiada também por ele, em sua rede social, em 17 de março. Ambos os exames atestaram que o presidente não estava com a doença, segundo ele.

Rogério Correia argumentou, no requerimento, que a informação deve ser de domínio público por se tratar do “mandatário maior da República”. O petista também lembrou que foram infectadas mais de 20 pessoas da comitiva que acompanhou Bolsonaro em viagem aos Estados Unidos.

“O maior interessado em desfazer a boataria se tem ou não coronavírus deveria ser o próprio Bolsonaro. Bastava divulgar o resultado do teste, como fizeram várias autoridades mundo afora”, escreveu o parlamentar, em sua rede social.

A bancada do PT na Câmara sustenta que a resposta ao requerimento é obrigatória. Caso contrário, a decisão pode ser enquadrada como crime de responsabilidade, de acordo com o artigo 50 da Constituição Federal, que prevê o direito à Câmara e ao Senado de obterem informações solicitadas ao Executibo.

Procurada por CartaCapital, a Secretaria-Geral da Presidência da República informou que “o referido requerimento ainda não chegou”.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem