Bolsonaro sanciona marco que facilita a privatização do saneamento

Projeto foi aprovado pelo Senado em junho e recebeu 11 vetos do presidente da República