“Mais bonitas assim” diz Bolsonaro a jornalistas de túnica na Arábia Saudita

'Quando a beleza é muito grande, ofusca os olhos da gente', ainda emendou o presidente ao elogiar vestimenta de jornalistas brasileiras

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) (Foto: Marcos Corrêa/PR)

Política

O presidente Jair Bolsonaro decidiu comentar o visual das jornalistas brasileiras que o esperavam para uma coletiva na frente de seu hotel em Riad, capital da Arábia Saudita. “Que maravilha. Vocês estão mais bonitas assim, sabiam? Quando a beleza é muito grande, ofusca os olhos da gente. Assim vocês ficam mais bonitas”. As profissionais vestiam véus e abayas, uma espécie de túnica que esconde as formas do corpo para obedecer a regras de “decência” e “respeito” da sharia (lei islâmica).

Quando questionado por uma outra jornalista sobre qual seria a agenda com príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, conhecido como MBS, Bolsonaro respondeu: “Todo mundo gostaria de passar a tarde com um príncipe. Principalmente vocês, mulheres, né?”.

Ele ainda afirmou ter “certa afinidade” com MBS. O príncipe é conhecido pelo perfil autoritário e, embora negue, é associado ao sumiço de Jamal Khashoggi, jornalista saudita auto-exilado supostamente morto e desmembrado por agentes sauditas dentro do consulado saudita em Istambul, depois que ele ousou criticar publicamente o príncipe herdeiro e seu governo.

O presidente Bolsonaro encerra seu giro de 12 dias pela Ásia e Oriente Médio, que começou no dia 19, na Arábia Saudita com um papel de destaque no maior evento relacionado a mega investimentos de todo o Oriente Médio. Amanhã, o presidente participa de uma mesa na conferência Future Investment Initiative, com o tema: “O retorno à prosperidade: como um novo ambiente de negócios pode colocar o Brasil de volta aos trilhos”. A fala será feita para uma plateia com os CEOs dos principais bancos de investimentos internacionais e magnatas do petróleo no mundo árabe.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem