Bolsonaro desiste de fazer churrasco na Alvorada em meio à pandemia

O anúncio da confraternização foi feito pelo presidente no mesmo dia em que o Brasil bateu recordes de mortes pelo coronavírus

Jair Bolsonaro (Foto: EVARISTO SA / AFP)

Jair Bolsonaro (Foto: EVARISTO SA / AFP)

Política

Em meio à pandemia do coronavírus, que já deixou quase 10 mil mortos no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro desistiu da ideia de realizar um churrasco para convidados no Palácio da Alvorada. A informação, divulgada pela Folha de S. Paulo, partiu de aliados do presidente que foram ouvidos reservadamente.

O anuncio da reunião foi feita pelo presidente na última quinta-feira 07, dia que o Brasil bateu recordes de mortes pela Covid-19 . Não foi apresentada uma justificativa oficial, mas eles dizem acreditar que a grande repercussão negativa pesou para a decisão.

No fim da manhã, o próprio Bolsonaro foi a uma rede social atacar a imprensa e dizer que era mentira o que ele mesmo havia dito. Na publicação, consta também um vídeo em que o presidente fala do churrasco.

“Alguns jornalistas idiotas criticaram o churrasco FAKE, mas o MBL se superou, entrou com AÇÃO NA JUSTIÇA”, escreveu o presidente da República, fazendo menção ao Movimento Brasil Livre, que, na sexta-feira, protocolou uma ação na Justiça de Brasília para tentar impedir o churrasco.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem