…

Bolsonaro está em boas condições clínicas, diz boletim de Albert Einstein

Política

Jair Bolsonaro, candidato à Presidência pelo PSL, chegou a São Paulo na manhã desta sexta-feira 7, e foi levado direto para hospital Albert Einstein, na zona sul de São Paulo. Após exames preliminares, os médicos do deputado federal informaram que ele está em boa condições clínicas.

“O paciente está internado na Unidade de Terapia Intensiva onde realizou exames laboratoriais e de imagens e foi avaliado por equipe multiprofissional. O tratamento iniciado anteriormente em Juiz de Fora está sendo continuado”, informa a nota do hospital.

Leia mais;
PF confirma novo suspeito de ataque a Bolsonaro; primeiro está preso
Safatle: Ataque a Bolsonaro despolitiza debate e põe esquerda no alvo
‘Ataque a Bolsonaro vai mudar rumos da campanha presidencial’

O presidenciável estava na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, Minas Gerais, onde foi submetido a cirurgia após ser agredido com uma faca durante comícios nas ruas da cidade.

Flavio Bolsonaro, filho do deputado estadual, postou uma em sua conta no Twitter, logo após a cirurgia, uma foto de seu pai na cama do hospital e informou que ele está mais forte que nunca.

O presidenciável saiu da Santa Casa e foi levado para o aeroporto da Serrinha, onde a aeronave que o trouxe a São Paulo decolou. De acordo com o filho do ex-militar, ele será levado direto ao hospital Albert Einstein.

O presidenciável foi agredido com uma faca na tarde de quinta-feira 6,  quando fazia caminhada ao lado de militantes. Ele foi  submetido a cirurgia por causa de lesões no abdome e nos intestinos grosso e delgado. De acordo com a equipe médica que o atendeu, o tempo mínimo de recuperação é de sete ou dez dias. O quadro dele é estável.

Leia mais:
Segurança que PF oferece aos presidenciáveis vai além de escolta
Candidatos cancelam agenda após agressão a Bolsonaro

Após os ataques os candidatos à Presidência, adversários de Bolsonaro se manifestaram em sua redes sociais lamentando o fato e cancelaram suas agendas políticas previstas para esta sexta-feira 7.

Adélio Bispo de Oliveira, suspeito de esfaquear o deputado, foi preso em flagrante. Ele foi levado à Polícia Federal, segundo a Polícia Militar de Minas. A PF é quem cuidará das investigações.

Oliveira foi indiciado com base da Lei de Segurança Nacional. Ele foi levado para um centro provisório de detenção e deve passar por uma audiência de custódia ainda hoje.

Em um vídeo nas redes sociais, outro filho do candidato Eduardo Bolsonaro, levantou a hipótese que outra pessoas esteja envolvida no ataque.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem