Bolsonaro apaga vídeo após ser acusado de fake news

No vídeo, um rapaz culpava os governadores pela crise do coronavírus enquanto filmava a Ceasa de BH totalmente vazio

Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega / PR)

Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega / PR)

Política

O presidente Jair Bolsonaro apagou o vídeo que havia compartilhado nesta quarta-feira 01 que culpava os governadores pela crise do coronavírus. Nele, um rapaz falava para a câmera e enquanto aparecia imagens atrás dele da Ceasa de Belo Horizonte completamente vazio.

Na publicação, Bolsonaro escreveu que “não é um desentendimento entre o presidente e alguns governadores e alguns prefeitos, são fatos e realidades que devem ser mostradas”. “Depois da destruição não interessa mostrar culpados”, disse o ex-capitão.

Print do vídeo compartilhado pelo presidente Jair Bolsonaro

Logo após a publicação, o post do presidente começou a receber críticas de que se tratava de uma fake news, e que o rapaz gravou as imagens no sábado 28, dia que o local não funciona. A Ceasa da capital mineira está funcionando normalmente, sem alterações.

O próprio local havia soltado uma nota na última semana afirmando que funcionaria normalmente. “A CeasaMinas esclarece que não há quaisquer interrupções no abastecimento de produtos em seus entrepostos, em razão do coronavírus (Covid-19)”.

 

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem