Política

A vantagem de Lula sobre Bolsonaro nos maiores colégios eleitorais do Nordeste

Pesquisas do instituto Atlas apontam a liderança folgada do petista na Bahia e no Ceará

Lula e Jair Bolsonaro. Fotos: Ricardo Stuckert e Evaristo Sá/AFP
Apoie Siga-nos no

Pesquisas do instituto Atlas realizadas nos três maiores colégios eleitorais do Nordeste apontam a liderança com folga do ex-presidente Lula (PT) sobre o presidente Jair Bolsonaro (PL) na região.

Na Bahia, que tem o quarto maior número de eleitores do País e o maior do Nordeste, o petista tem 68,6% das intenções de voto. Na sequência, aparecem Bolsonaro com 23,9%, Ciro Gomes (PDT), com 4,1%, e Simone Tebet (MDB), com 2,3%. Os demais candidatos não chegaram a 1%.

Quando se leva em conta somente os válidos, sem os brancos e nulos, Lula alcança 69,1% contra 24%. do atual presidente. A terceira via soma 4,1% com Ciro, 2,3% com Simone e 0,4% com Soraya Thronicke (União Brasil).

Para chegar aos resultados, o instituto, por meio de recrutamento digital aleatório, coletou as respostas de 1600 eleitores entre os dias 24 e 28 de setembro. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BA-02173/2022.

No Ceará, Lula aparece com 56,8% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro fica com 25,5%. Ciro, que já governou o estado, aparece com 13,7%. Os demais candidatos não chegaram a dois dígitos.

Nos votos válidos, o cenário pouco muda: o ex-presidente chega a 57,3%, Bolsonaro fica com 25,7%, Ciro com 13,9% e Tebet com 2,7%.

O Atlas coletou as respostas de 1600 eleitores entre os dias 24 e 28 de setembro. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número CE-02332/2022.

O instituto também monitorou o cenário eleitoral em Pernambuco, mas uma decisão judicial impediu a divulgação nesta quinta-feira 29.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.