Mundo

Putin afirma que conflito Hamas-Israel ilustra ‘o fracasso’ dos EUA no Oriente Médio

Na segunda, representantes do governo russo defenderam que a criação de um Estado palestino seria a solução “mais confiável” para o conflito

Foto: Sergei Gubeyv/Poll/AFP
Apoie Siga-nos no

O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira (10) que o conflito entre Israel e o grupo palestino Hamas ilustra “o fracasso” da política dos Estados Unidos no Oriente Médio e afirmou que a criação de um Estado palestino é uma “necessidade”.

Putin fez essas declarações durante uma reunião no Kremlin com o primeiro-ministro iraquiano, Mohamed Shia al Sudani, dias depois de o Hamas lançar uma ofensiva sem precedentes contra Israel.

“Acredito que muitas pessoas concordariam comigo que este é um exemplo claro do fracasso da política dos Estados Unidos no Oriente Médio”, disse Putin durante a reunião com Al Sudani.

O presidente russo defendeu “a necessidade de implementar as decisões do Conselho de Segurança da ONU sobre a criação de um Estado palestino soberano e independente”.

Putin afirmou que os Estados Unidos “tentaram monopolizar o controle (do conflito), mas, infelizmente, não se preocuparam em buscar acordos que fossem aceitáveis para ambos os lados”.

O presidente russo acrescentou que o Ocidente “não levou em consideração os interesses fundamentais do povo palestino”.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse na segunda-feira que a criação de um Estado palestino é a solução “mais confiável” para o conflito entre Israel e o Hamas.

O Kremlin informou, nesta terça-feira, que está preparando uma visita a Moscou do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, que estava marcada antes da ofensiva do Hamas contra Israel, mas não informou a data.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo