Mundo

Primeiro-ministro eslovaco está fora de perigo após tentativa de assassinato

Fico foi baleado após uma reunião de gabinete na cidade de Handlova

Robert Fico, o primeiro-ministro da Eslováquia. Foto: KENZO TRIBOUILLARD / AFP
Apoie Siga-nos no

A vida do primeiro-ministro eslovaco, Robert Fico, já não está em perigo, garantiu neste domingo seu vice, Robert Kalinak, após a tentativa de assassinato que sofreu esta semana.

Fico, de 59 anos, está internado desde quarta-feira, quando um homem atirou nele quatro vezes, uma delas no abdômen.

“Sua vida não está mais em perigo, mas seu estado continua grave e requer cuidados intensivos”, disse Kalinak à imprensa.

O primeiro-ministro eslovaco foi submetido a uma operação de cinco horas na quarta-feira e outras duas horas na sexta-feira.

O suposto atirador, identificado pela imprensa eslovaca como o poeta Juraj Cintula, de 71 anos, foi acusado de tentativa de homicídio premeditado e está em prisão preventiva.

Fico foi baleado após uma reunião de gabinete na cidade de Handlova.

O caso chocou o país de 5,4 milhões de habitantes, membro da UE e da Otan, que há anos vive uma forte polarização política.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo