Mundo

Por coronavírus, Itália prorroga isolamento social até 2 de maio

Fim da quarentena no país estava previsto para o dia 13 de abril. Há 13.915 mortos em decorrência da covid-19 e 115.242 infectados

Créditos: ALBERTO PIZZOLI / AFP
Apoie Siga-nos no

O chefe da Defesa Civil italiana, Angelo Borrelli, afirmou nesta sexta-feira 03 que o confinamento na Itália será prorrogado até o dia 2 de maio. O porta-voz falou sobre a necessidade de um isolamento rigoroso e afirmou que os italianos terão que ficar em casa por muitas semanas ainda.

O fim da quarentena estava previsto, inicialmente, para o dia 13 de abril. Mas a onda de propagação do coronavírus não deve cessar até lá. O país tem 13.915 mortes associadas ao coronavírus, até o momento; destas, 760 nas últimas 24 horas. O número de infectados pelo vírus Sars-Cov-2 no país é de 115.242, segundo o Ministério da Saúde.

O isolamento total, que inclui a suspensão de aulas e de serviços não essenciais, cancelamento de eventos e até mesmo limitação de transporte de mercadorias, começou no dia 9 de março.

O primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte declarou que uma abertura gradual das atividades só poderá ocorrer a partir do dia 16 de maio.

O momento adequado par retomar as atividades poderia ser quando o número de novas infecções for zero, ou próximo de zero, em todo o território.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo