Mundo

Polícia detém quase 100 e esvazia acampamento pró-Palestina em universidade nos EUA

A mobilização ocorria no campus de Boston da Universidade Northeastern

Policiais em acampamento pró-Palestina na Universidade Northeastern, em Boston (EUA), em 25 de abril de 2024. Foto: Joseph Preziozo/AFP
Apoie Siga-nos no

Quase 100 manifestantes pró-Palestina foram detidos na manhã deste sábado 27 em um campus de Boston, nos Estados Unidos, e o acampamento foi esvaziado pela polícia, anunciou a Universidade Northeastern.

“Como parte da evacuação, quase 100 pessoas foram detidas pela polícia. Os estudantes que apresentaram o documento de identificação da Universidade Northeastern foram liberados. Aqueles que se negaram a comprovar o vínculo foram detidos”, afirmou o centro universitário na rede social X.

A universidade destacou que durante a noite de sexta-feira, os manifestantes proferiram “violentos insultos antissemitas”.

Iniciadas na semana passada na Universidade de Columbia, em Nova York, as manifestações de apoio aos palestinos e contra a guerra travada por Israel na Faixa de Gaza se propagaram por vários campi americanos, da Califórnia à Nova Inglaterra (nordeste), passando pelo sul do país.

“O que começou há dois dias como um protesto estudantil foi infiltrado por organizadores profissionais sem ligação com a Universidade Northeastern”, denunciou o centro de ensino de Boston, cidade histórica do nordeste dos Estados Unidos que também abriga a renomada Harvard.

Os estudantes detidos no campus serão submetidos a “procedimentos disciplinares”, mas “não a medidas jurídicas”, segundo o comunicado da universidade.

A reitoria da Universidade Columbia, epicentro do movimento, anunciou que desistiu de recorrer à Polícia de Nova York para esvaziar o acampamento instalado em seu campus, mas afirmou que um dos líderes do movimento foi proibido de entrar na área da universidade.

Acampamento pró-Palestina na Universidade Northeastern, em Boston (EUA), em 25 de abril de 2024. Foto: Joseph Preziozo/AFP

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo