CartaExpressa

Papa pede ‘acesso seguro’ para ajuda humanitária em Gaza

‘Carrego no meu coração todos os dias, com dor, o sofrimento da população na Palestina e em Israel’, afirmou o pontífice

Foto: Filippo Monteforte/POOL/AFP
Apoie Siga-nos no

O papa Francisco pediu, neste domingo 3, para garantir o “acesso seguro” à ajuda humanitária à Faixa de Gaza, onde persistem os bombardeios israelenses e a população palestina está à beira da fome.

“Carrego no meu coração todos os dias, com dor, o sofrimento da população na Palestina e em Israel devido às hostilidades em curso”, disse o papa depois de rezar o Angelus na Praça de São Pedro, no Vaticano.

“Encorajo a continuação das negociações para um cessar-fogo imediato em Gaza e em toda a região, para que todos os reféns [israelenses] sejam libertados e devolvidos às suas famílias, que os esperam com angústia, e que a população civil [de Gaza] possa ter acesso seguro à ajuda humanitária de que tanto necessita”, acrescentou.

“Chega, por favor, parem”, insistiu o pontífice argentino.

Uma entrega de ajuda humanitária na cidade de Gaza terminou em tragédia na quinta-feira, depois que soldados israelenses abriram fogo contra uma multidão que avançava contra os caminhões.

Segundo o Hamas, 118 pessoas morreram.

Representantes do movimento islamista palestino, do Catar e dos Estados Unidos estiveram neste domingo no Egito para iniciar “uma nova rodada de negociações” sobre uma trégua em Gaza, segundo a imprensa egípcia pró-governo.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo