Mundo

Países árabes pedem passos ‘irreversíveis’ para reconhecimento de Estado palestino

Comunicado é fruto do encontro em Riad, que teve a participação dos chefes da diplomacia do Egito, Catar, Emirados Árabes Unidos e Jordânia

Foto por Khalil MAZRAAWI / AFP
Apoie Siga-nos no

Os ministros das Relações Exteriores de quatro países do Oriente Médio pediram a adoção de passos “irreversíveis” para o reconhecimento de um Estado palestino durante uma reunião sobre a guerra em Gaza celebrada na Arábia Saudita, informou a imprensa saudita nesta sexta-feira.

O encontro em Riad teve a participação dos chefes da diplomacia do Egito, Catar, Emirados Árabes Unidos e Jordânia, além de um representante palestino.

Os ministros “destacaram a importância de adotar passos irreversíveis para implementar a solução de dois Estados e reconhece o Estado da Palestina nas fronteiras de 4 de junho de 1967, com Jerusalém Oriental como capital”, afirmou a agência saudita SPA.

A data mencionada é a véspera do início da Guerra dos Seis Dias entre Israel e uma coalizão de países árabes, que terminou com a vitória israelense e a ocupação de Gaza e da Cisjordânia.

Na reunião, convocada para promover a unidade do mundo árabe diante do conflito, os ministros também enfatizaram “a necessidade de acabar a guerra na Faixa de Gaza, alcançar um cessar-fogo imediato e completo e assegurar a proteção dos civis”.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo