Mundo

Grande incêndio atinge edifício histórico de Copenhague

Imóvel do século XVII era a atual sede Câmara de Comércio Dinamarquesa; até 1970, local foi ocupado pela Bolsa de Valores

Foto: Emil Helms / Ritzau Scanpix / AFP
Apoie Siga-nos no

Um grande incêndio afetou nesta terça-feira o edifício da antiga Bolsa de Copenhague, do século XVII, e sua emblemática agulha desabou entre as chamas.

A agulha, de 54 metros, foi envolvida pelas chamas no edifício, encomendado pelo rei Cristian IV e construído entre 1619 e 1640.

O edifício é uma das construções mais antigas de Copenhague e passava por obras de restauração. A causa do incêndio não foi determinada.

O prédio, próximo do Parlamento da Dinamarca, abrigou a sede da Bolsa de Copenhague até a década de 1970 e é atualmente a sede da Câmara de Comércio Dinamarquesa.

A polícia isolou parte do centro da capital, para ajudar os bombeiros na operação de combate às chamas.

“Estamos diante de um cenário terrível”, afirmou a Câmara de Comércio.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo