Mundo

Governo francês supera segunda moção de censura e reforma da Previdência é aprovada

As medidas foram apresentadas depois que o presidente francês aprovou a reforma sem ter passado pela Assembleia Nacional

Foto: AFP
Apoie Siga-nos no

A reforma da Previdência impopular, promovida pelo presidente francês, Emmanuel Macron, foi finalmente aprovada nesta segunda-feira 20, depois que os deputados rejeitaram a segunda moção de censura apresentada contra o governo em resposta à sua adoção por decreto.

A moção de censura apresentada pela extrema direita de Marine Le Pen recebeu apenas 94 votos dos 287 necessários. O governo já havia superado uma primeira moção, de caráter multipartidário, mas por apenas nove votos.

Segundo a presidente da Assembleia Nacional (Câmara baixa), Yael Braun-Pivet, a reforma de Macron fica definitivamente aprovada com a conclusão desses trâmites. 

Com a mudança a idade da aposentadoria sobe de 62 para 64 anos a partir de 2030 e antecipa para 2027 a exigência de contribuição por 43 anos.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo