Mundo

Ex-presidente peruano Alberto Fujimori revela tumor maligno na língua

Diante do agravamento de doenças, o ex-ditador do Peru não irá cumprir os 25 anos de prisão por crimes contra a humanidade

O ex-ditador de extrema-direita Alberto Fujimori. Foto: HO/Prensa Fujimori/AFP
Apoie Siga-nos no

O ex-presidente do Peru Alberto Fujimori (1990-2000), 85, revelou nesta sexta-feira (10) nas redes sociais que foi detectado um tumor maligno em sua língua, onde sofre de uma lesão cancerígena há mais de 27 anos.

“Justo agora que reconquistei minha liberdade, tenho que enfrentar uma nova batalha. Os resultados confirmam um novo tumor diagnosticado como maligno, motivo pelo qual vou iniciar um tratamento ao lado da minha família”, diz Fujimori em vídeo publicado na rede social X.

“Nunca me rendo à doença e arbitrariedade. Nada poderá evitar meu reencontro com todos vocês. Com o seu apoio, a ajuda de Deus e o amor da minha família, vou derrotar o câncer”, continuou o ex-presidente.

Fujimori foi internado no fim de abril em uma clínica de Lima, onde a biópsia foi feita. Sua filha Keiko Fujimori, líder do Força Popular, informou no X que o procedimento foi bem-sucedido.

Em 2018, Fujimori revelou um tumor no pulmão. Além de problemas cardíacos e hipertensão, ele sofre de uma lesão cancerígena na língua. “No total, já passei por seis cirurgias no mesmo local, de forma que minha luta contra o câncer dura mais de 27 anos”, acrescenta o ex-presidente no vídeo.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo