Estados Unidos superam os 400 mil casos de coronavírus

Pandemia também deixou pelo menos 12.936 mortos no país, número próximo ao da Itália, o país mais afetado até agora, com 17 mil mortos

Créditos: NATHAN HAMMACK / US DEPARTMENT OF DEFENSE / AFP

Créditos: NATHAN HAMMACK / US DEPARTMENT OF DEFENSE / AFP

Mundo

Os Estados Unidos superaram nesta quarta-feira os 400 mil casos confirmados do novo coronavírus, de acordo com contagem da Universidade Johns Hopkins. A pandemia também deixou pelo menos 12.936 mortos nos Estados Unidos, que é o país do mundo com mais infecções confirmadas, 401.116, segundo a contagem. A barreira de 300 mil casos foi alcançada no último sábado.

O número de mortos nos Estados Unidos é próximo ao da Itália, o país mais afetado até agora, com 17 mil mortes, seguido pela Espanha, com 14.500 mortes.

O presidente Donald Trump defendeu sua resposta à crise e na terça-feira acusou a Organização Mundial da Saúde (OMS) de reagir lentamente. O presidente americano questionou se a OMS fez “uma recomendação equivocada”, aparentemente referindo-se ao órgão da ONU que havia recomendado não restringir as viagens internacionais para conter o vírus que primeiro se disseminou na China.

“Eles tomaram a decisão errada”, disse Trump, considerando que “eles poderiam ter feito esse pedido meses antes”. Trump foi amplamente criticado por minimizar a COVID-19, que inicialmente associou a uma gripe comum, afirmando que estava sob controle nos Estados Unidos, antes de aceitar que se tratava de uma emergência nacional.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Agência de notícias francesa, uma das maiores do mundo. Fundada em 1835, como Agência Havas.

Compartilhar postagem