Mundo

Biden anuncia que Hamas libertou uma refém americana de 4 anos

‘Ela está livre e já está em Israel’, disse ele em discurso no estado de Massachusetts

Foto: AFP
Apoie Siga-nos no

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou neste domingo 26 a libertação, por parte do grupo islamista palestino Hamas, de uma refém americana de 4 anos chamada Abigail. 

“Ela está livre e já está em Israel”, disse ele em discurso no estado de Massachusetts. 

De acordo com Jake Sullivan, conselheiro de segurança nacional dos EUA, Abigal viu os pais serem mortos na frente dela. “Ela fez 4 anos há apenas dois dias”, completou.

Ao todo, segundo Israel, 13 israelenses, três tailandeses e um russo foram entregues ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) neste terceiro dia de cessar-fogo.  

No pronunciamento, Biden também afirmou que quer que a trégua entre Israel e Hamas em Gaza continue “além de amanhã” — para quando está previsto o fim da trégua do conflito armado. 

“O meu objetivo e o nosso é garantir que esta pausa continue para além de amanhã, para que possamos ver mais reféns libertados e mais ajuda humanitária”.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo