Eleições 2014: apuração ao vivo

por admin publicado 05/10/2014 15h10, última modificação 10/11/2016 10h26
Apuração dos votos e Resultado Das Eleições 2014

São Paulo: Russomanno, Tiririca e Feliciano são os mais votados

Celso Russomanno (PRB), Tiririca (PR) e Marcos Feliciano (PSC) foram os três deputados federais mais votados em São Paulo.

Deputado federal e candidato a prefeito de São Paulo há dois anos, o apresentador de televisão Russomanno fez 1,5 milhão de votos. Desta forma, se tornou o segundo deputado mais votado da história –atrás somente de Enéas, que obteve 1,57 milhões em 2002 pelo Prona.

O deputado federal Tirirca fez pouco mais de um milhão de votos, cerca de trezentos mil a menos do que há quatro anos –quando foi o deputado mais bem votado do Brasil em números absolutos.

O pastor Marco Feliciano conseguiu mais votos após uma série de polêmicas envolvendo sua posição conservadora à frente da Comissão de Direitos Humanso e Minorias da Câmara dos Deputados.  Ele passou de 211,8 mil votos no pleito passado para 392 mil nesta eleição.

Indicado por Eduardo Campos, Paulo Câmara é eleito em Pernambuco

O candidato Paulo Câmara (PSB) venceu a disputa para o governo de Pernambuco. Com 92,58% dos votos apurados, ele já conquistou 68,10% dos votos válidos e não pode ser mais alcançado. Armando Monteiro (PTB) ficou em segundo lugar, com 31,04%. Os votos brancos somam 7,19% e nulos 9,48%

Paulo Câmara nunca assumiu cargos no Legislativo e, pela primeira vez, é eleito para o Executivo. Com formação em economia e especialização em controladoria governamental, ele foi indicado pelo ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, morte em um acidente de avião em agosto, para sua sucessão. Antes, comandou as secretarias estaduais de Administração e de Fazenda nos governos de Campos.

Câmara também é auditor do Tribunal de Contas de Pernambuco. Além de seu partido, o PSB, ele é apoiado pelo PCdoB, PRP, PTC, PT,PTN,PR, PSDB,PPS, PSD, SD, PPL, DEM, PHS, PSDC, PROS, PP, PEN, PRTB, PSL e PMDB, partido do candidato a vice, Raul Henry.

*Com informações da Agência Brasil

Jean Willys aumenta votação em dez vezes desde a última eleição

O deputado federal Jean Willys (PSOL) multiplicou sua votação em dez vezes desde a última eleição. Ele fez ao menos 144 mil votos no Rio de Janeiro, contra pouco mais de 13 mil na última eleição.

O PSOL, partido de Jean, teve boa performance no Rio. Lá, Marcelo Freixo foi o deputado estadual mais bem votado. Já o deputado federal Chico Alencar foi o quarto deputado federal mais bem votado com 195,1 mil votos. Candidato ao governo, Tarcisio Motta teve 8,95% dos votos, pouco atrás do petista Lindberg Farias, que teve 9,95%.

O partido também melhorou sua performance no âmbito federal. Luciana Genro, candidata à presidência, tinha 1,57% dos votos com 95% das urnas apuradas. Na última eleição, Plínio de Arruda Sampaio teve 0,87% dos votos.

Flavio Dino é eleito governador do Maranhão no primeiro turno

O candidato Flavio Dino (PCdoB) venceu a disputa para o governo do Maranhão, com 63,71% dos votos válidos. Lobão Filho (PMDB) ficou em segundo lugar, com 33,48% dos votos válidos. Até agora, já foram apurados 91,95% das urnas. Os votos brancos somam 4,15% e os nulos, 9,73%.

Ex-deputado federal, Flávio Dino é advogado, foi juiz federal no Maranhão por 15 anos e professor de direito. Deixou a magistratura para ingressar na política partidária. Em 2006, se elegeu pela primeira vez deputado federal. Também foi secretário-geral do Conselho Nacional de Justiça, presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil e assessor da presidência do Supremo Tribunal Federal. Na Câmara dos Deputados, atuou na elaboração do projeto da Reforma Política. Em 2008, Dino disputou e perdeu a eleição para a prefeitura de São Luís.

Em 2010, Flávio Dino desistiu da reeleição para deputado federal e concorreu ao governo do Maranhão, quando foi derrotado pela governadora Roseana Sarney. Sem mandato, Flávio Dino foi nomeado para o cargo de presidente da Embratur, função que ocupou até março deste ano.

*Com informações da Agência Brasil

Ruralistas são eleitos senadores em Goiás e Tocantins

Duas lideranças ruralistas foram eleitas senadores em Goiás e em Tocantins. O deputado federal Ronaldo Caiado (DEM), antigo presidente da União Democrática Ruralista (UDR), foi eleito senador com 47,68% dos votos válidos e vai mudar de casa legislativa.

Em Tocantins, Katia Abreu (PSD), ex-presidente da Confederação Nacional da Pecuária e Agricultura, recebeu 42,07% dos votos, com 97,32% das urnas apuradas. A líder ruralista, que hoje apoia Dilma Rousseff, ganhou por uma margem mais estreita do que mostravam as pesquisas eleitorais.

Goiás: Perillo e Iris Rezende disputarão 2º turno

Com 85% dos votos apurados, o segundo turno em Goiás será disputado entre Marconi Perillo (PSDB) e Iris Rezende (PMDB). Nas parciais o tucano tem 46% dos votos enquanto o  candidato do PMDB tem 27%.

No Senado, o mais votado é o líder ruralista Ronaldo Caiado, do DEM, que tem 48% dos votos contra os 37% do segundo colocado, Vilmar Rocha.

A parcial de brancos foi de 10% e de nulos, 12%. O número de abstenções ficou em 19%.

DF: Rollemberg e Frejat vão ao segundo turno

Com 96% das urnas apuradas, o candidato do PSB, Rodrigo Rollemberg, foi o mais votado para governador distrital do Distrito Federal.A parcial é de 45,4% dos votos. Ele enfrentará Jofran Frejat (PR) no segundo turno, que obteve 27,7% dos votos válidos. Agnello Queiroz (PT) ficou em terceiro lugar, com 20% dos votos na parcial.

No Senado, o eleito foi José Reguffe, do PDT, com 58% dos votos.

Brancos somaram 6% e nulos 7%. A porcentagem de abstenções foi de 11%.

Rio de Janeiro: Crivella e Garotinho disputam segundo lugar

O senador Marcelo Crivella (PRB) e o ex-governador Garotinho (PR) disputam a segunda vaga para o segundo turno no Rio de Janeiro com uma diferença pequena diante de 90,6% das urnas apuradas. Crivella tem 19,99% dos votos contra 19,60%.

Apoiado pelo atual governador Sérgio Cabral, Pezão (PMDB) tem 41,07% dos votos e já está garantido no segundo turno.

O senador Lindberg está fora da disputa, com 9,82% dos votos. Quinto lugar, Tarcisio Motta (PSOL) tem 8,98% dos votos.

Dilma e Aécio se enfrentam no 2º turno

A presidenta e candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, vai enfrentar o candidato do PSDB, Aécio Neves, no segundo turno das eleições presidenciais. Com mais de 87% das urnas apuradas, Dilma tem 40,68% dos votos enquanto que Aécio possui aproximadamente 34,71%. Já a candidata do PSB, Marina Silva, aparece em terceiro com pouco mais de 20,99% dos votos.

A quarta colocada nas urnas, até o momento, é a candidata do PSOL, Luciana Genro, com 1,60% dos votos. Atrás dela estão: Pastor Everaldo (PSC), com 0,75%, Eduardo Jorge (PV), com 0,63%, Levy Fidelix (PRTB), com 0,44%, Zé Maria (PSTU), com 0,09%, José Maria Eymael (PSDC),  com 0,06%, Mauro Iasi (PCB), com 0,05%, Rui Costa Pimenta (PCO), com 0,01%.

O número de abstenções está, até agora, em torno de 19%. Quase 4% dos eleitores votaram em branco e outros 5% votaram nulo. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, ainda faltam apurar aproximadamente 20% dos votos.

Boca de urna coloca Aécio no segundo turno com Dilma

A pesquisa boca de urna Ibope/Globo divulgada às 19h mostra segundo turno entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). A petista teria alcançado 44% dos votos, contra 30% do tucano. Marina Silva (PSB) teve 22%, segundo a pesquisa.

Beto Richa é reeleito governador no Paraná

 

O governador Beto Richa (PSDB) foi reeleito governador do Paraná com 56,59% dos votos,. Com 97,13% das urnas apuradas, ele tinha 55,77% dos votos. Ex-prefeito de Curitiba e filho do ex-governador José Richa, Richa não terá que enfrentar outros candidatos no segundo turno.

Roberto Requião (PMDB) e Gleisi Hoffmann (PT) não alcançaram cinquenta por cento dos votos válidos. O ex-governador teve 27,5% dos votos válidos e a ex-ministra da Casa Civil 14,81%.

No senado, Álvaro Dias (PSDB) foi o reeleito com uma votação expressiva. Ele teve 77,04% dos votos, contra Ricardo Gomyde (PCdoB) que teve 12,06% dos votos. Em terceiro lugar, esteve Marcelo Almeida (PMDB) com 8,95% dos votos.

 

Paulo Hartung é eleito no Espírito Santo

O ex-governador Paulo Hartung (PMDB) vai retomar o comando do Espírito Santo a partir de janeiro. O candidato do PMDB obteve 53,01% dos votos válidos (com 96,22% das urnas apuradas) e desbancou o atual governador, Renato Casagrande (PSB), que obteve 39,66% dos votos. Com esse percentual já é possível confirmar a eleição de Hartung no primeiro turno.

Hartung foi governador do estado entre 2003 e 2010.

Flávio Dino lidera no Maranhão

Com 40% das urnas apuradas, o candidato do PCdoB está com 65,82% dos votos e venceria a eleição para o governo do Estado no primeiro turno. Apoiado pelo PT e por José Sarney, Lobão Filho (PMDB) tem 32,01% dos votos e não iria ao segundo turno das eleições.

SP: Russomanno e Tiririca são os deputados mais votados

Com 17% das urnas apuradas, os dois são os mais bem votados no estado de São Paulo. Em seguida, aparece o deputado Rodrigo Garcia.

No Rio, divulgação ainda não começou

A apuração no Rio de Janeiro já começou, mas os resultados ainda não começaram a ser divulgados pelo TSE. Houve um problema em Niterói que faz com que alguns eleitores ainda estejam votando. Por conta disso, a Justiça Eleitoral só vai começar a divulgar os dados oficiais mais tarde. A informação é da GloboNews.

Rio Grande do Sul: Sartori lidera com 33% das urnas apuradas

Candidato que aparecia em terceiro lugar nas pesquisas, José Ivo Sartori (PMDB) tem 41,69% dos votos. O atual governador Tarso Genro (PT) está em segundo com 31,56%.

A senadora Ana Amélia Lemos (PP), que liderou as pesquisas durante quase toda a eleição, tem 22,07% dos votos e ficaria fora do segundo turno.

Resultados para disputa pelo Planalto saem às 19h

A votação foi encerrada às 17h (horário de Brasília) na maior parte do país. Entretanto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) só começará a anunciar resultados parciais das apurações para a Presidência da República a partir das 19h. A medida é para evitar que esses boletins influenciem eleitores das regiões onde a votação, em razão de fusos horários, ainda não se encerrou.

Da Agência Brasil

No DF, metade das urnas já foram apuradas

No Distrito Federal, 52% das urnas foram apuradas até às 17h40. Rodrigo Rollemberg tem 45,71% dos votos, contra 27% de Jofran Frejat. O atual governador, Agnelo Queiroz (PT), está em terceiro lugar com 20%

Na Bahia, boca de urna mostra que Rui Costa pode vencer no 1º turno

O candidato do PT ao governo da Bahia, Rui Costa, pode vencer as eleições no primeiro turno, de acordo com pesquisa de boca de urna do Ibope, divulgada no fim da tarde deste domingo pela Rede Globo. Segundo o levantamento, o petista tem 49% contra 39% do candidato do DEM, Paulo Souto, e 9% da candidata do PSB, Lídice da Mata.

O resultado contradiz o que mostravam as próprias pesquisas do Ibope, feitas no Estado. No último levantamento do instituto, divulgado no sábado 4, Costa e Souto apareciam empatados tecnicamente, em 36%. Em relação à pesquisa anterior, de 24 de setembro, a discrepância é maior ainda. Naquela consulta, o Ibope apontava que o candidato do DEM tinha 43% e o petista possuía apenas 27%. O Ibope entrevistou 5000 eleitores ao longo deste domingo.


Foto: Gustavo Lima/ Agência Câmara

Na Bahia, boca de urna mostra que Rui Costa pode vencer no 1º turno

O candidato do PT ao governo da Bahia, Rui Costa, pode vencer as eleições no primeiro turno, de acordo com pesquisa de boca de urna do Ibope, divulgada no fim da tarde deste domingo pela Rede Globo. Segundo o levantamento, o petista tem 49% contra 39% do candidato do DEM, Paulo Souto, e 9% da candidata do PSB, Lídice da Mata.

O resultado contradiz o que mostravam as próprias pesquisas do Ibope, feitas no Estado. No último levantamento do instituto, divulgado no sábado 4, Costa e Souto apareciam empatados tecnicamente, em 36%. Em relação à pesquisa anterior, de 24 de setembro, a discrepância é maior ainda. Naquela consulta, o Ibope apontava que o candidato do DEM tinha 43% e o petista possuía apenas 27%. O Ibope entrevistou 5000 eleitores ao longo deste domingo.

Boca de urna mostra Pezão e Garotinho no 2º turno no Rio

A pesquisa boca de urna do Ibope, divulgada pela Rede Globo no fim da tarde deste domingo 5, mostra que pode haver segundo turno entre o candidato do PMDB, Luiz Fernando Pezão, e o candidato do PR, Anthony Garotinho, no Rio de Janeiro

Segundo o levantamento, Pezão tem 34% dos votos válidos e Garotinho possui outros 28%. Atrás deles estão os candidatos do PRB, Marcelo Crivella, com 18%, e o candidato do PT, Lindberg Farias. O Ibope ouviu 5000 eleitores.


Foto: Lucas Figueiredo/ Pezão 15

Boca de urna mostra que pode haver 2º turno em São Paulo

A pesquisa boca de urna do Ibope divulgada pela Rede Globo às 17h05 mostrou indefinição nas eleições de São Paulo. Geraldo Alckmin (PSDB) aparece com 52% dos votos, no limite da margem de erro (2), e não é possível confirmar sua reeleição.

Se houver segundo turno, também não é possível afirmar quem será seu adversário. Paulo Skaf (PMDB) aparece com 22% dos votos, contra 20% de Alexandre Padilha (PT).

Foto: Rodrigo Petterson/ Analítica

‘Se tiver segundo turno, nós já estamos preparados’, diz presidente do PT



O presidente do PT, Rui Falcão, minimizou neste domingo 5 a disputa pelo segundo lugar entre o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, e a candidata do PSB, Marina Silva. "Se tiver segundo turno, seja com quem for, nós já estamos preparados", afirmou Falcão após votar nesta manhã em São Paulo.

Questionado a respeito da eleição para a Câmara Federal, Rui Falcão rechaçou a possibilidade de diminuição da bancada do PT. "Alguns institutos estão prevendo redução na nossa bancada. Eu creio que a bancada do Partido dos Trabalhadores vai continuar sendo a maior na Câmara dos Deputados e vamos também aumentar o número de senadores e muito provavelmente teremos também uma vitória importantíssima em Minas Gerais que é a terra de muitos dos nossos candidatos adversários”, disse ao mencionar o candidato do PT ao governo de Minas Gerais, Fernando Pimentel.

Foto: Richard Casas/ PT


Luciana Genro vota em Porto Alegre

A candidata Luciana Genro (PSOL) votou às 12h30 na Escola Estadual Apeles em Porto Alegre. Ela esteve junto com Roberto Robaina, candidato ao governo e seu ex-marido.

 

Lula vota no ABC

O ex-presidente Lula votou em São Bernardo do Campo (SP) ao lado dos candidatos petistas Eduardo Suplicy e Alexandre Padilha. O prefeito da cidade do ABC, Luiz Marinho (PT), também esteve presente na Escola Estadual João Firmino ao lado de Lula.

Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula

Eduardo Jorge diz que PV não ficará neutro no 2º turno

Candidato votou nesta manhã na Zona Sul de São Paulo. Eduardo Jorge disse que seu partido, o PV, não ficará neutro no segundo turno, mas não disse quem ele deve apoiar.

Alckmin, Skaf e Padilha votaram

Primeiro colocado nas pesquisas e atual governador do estado, Geraldo Alckmin (PSDB) chegou por volta das 10h no colégio Santo Américo, na zona sul da capital, para votar. O tucano estava acompanhado da primeira-dama, Lu Alckmin, e de dois netos. Além da família, Alckmin compareceu ao lado de José Serra (PSDB), candidato ao Senado, José Aníbal, Alberto Goldman e Edson Aparecido.

Paulo Skaf (PMDB), segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto, votou na Escola Britânica de São Paulo, no Jardim Paulistano. Skaf votou ao lado da família e do candidato a senador, Gilberto Kassab (PSD), como mostra a imagem abaixo.

Alexandre Padilha (PT), terceiro colocado, votou no centro de São Paulo, na escola Caetano de Campos. O petista afirmou que São Paulo merece um segundo turno. Depois, ele e o candidato à reeleição no Senado, Eduardo Suplicy (PT), foram para São Bernardo do Campo acompanhar o depósito do voto do ex-presidente Lula.

Foto: William Volcov / Divulgação

Selfies nas urnas

Diversos eleitores tiraram fotos na hora da votação, o Tumblr #SelfieNasUrnas juntou algumas das fotos postadas em redes sociais . A prática é proibida e pode levar à detenção de quem o fez.

Em São Paulo, nove pessoas são presas por boca de urna


(Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil)

Nove pessoas foram presas por propaganda política irregular e boca de urna, neste domingo 5, na região metropolitana de São Paulo e no interior. Além disso, um adolescente foi apreendido. As informações foram divulgadas pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). As ocorrências foram nas cidades de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, Jandira, Coronel Macedo, Pindamonhangaba e Mongaguá.

Segundo o TRE, até as 14h foram substituídas 307 urnas eletrônicas no Estado, o que representa 0,34% do total (90.026), sendo 76 na capital e 231 no interior. Todas as trocas ocorreram por urnas também eletrônicas. O processo de escolha dos candidatos ao Palácio do Planalto e ao Palácio dos Bandeirantes, bem como dos demais cargos eletivos, prossegue tranquilo na maior parte dos locais de votação, que engloba 425 zonas eleitorais em 10.261 endereços.

*Com informações da Agência Brasil

Marina Silva vota no Acre

Vestida de amarelo, Marina Silva (PSB) votou em Rio Branco (AC) às 8h40, no horário local. A ex-senadora viajou e acompanhar a apuração dos votos em São Paulo.

Dilma vota no Rio Grande do Sul

Candidata à reeleição, a presidenta Dilma Rousseff (PT) votou em Porto Alegre (RS) acompanhada dos também petistas Tarso Genro (PT), na foto, e Olívio Dutra (PT), candidatos ao governo do estado e ao Senado.

Aécio vota em Belo Horizonte

Em alta nas pesquisas, Aécio Neves (PSDB) votou pela manhã em Belo Horizonte, na Escola Estadual Governador Milton Campos, no bairro de Lourdes. Depois, posou para fotos ao lado do candidato ao Senador, Antonio Anastasia (PSDB), e do candidato ao governo mineiro, Pimenta da Veiga.

Acompanhe as eleições na CartaCapital

A redação da CartaCapital divulgará os resultados das pesquisas e da eleição do primeiro turno em termo real. Acompanhe a partir de agora neste link.

A partir das 17 horas, jornalistas comentam os resultados ao vivo.