SP: Vídeo do secretário Rossieli em escola mostra estudantes descumprindo distanciamento

Alunos aparecem agrupados em duplas e trios descumprindo determinação do próprio governo de manter 1,5 metro de distância

Créditos: Divulgação

Créditos: Divulgação

Educação

O secretário de educação do estado de São Paulo, Rossieli Soares, divulgou um vídeo em suas redes sociais que  mostra estudantes da rede estadual descumprindo protocolos sanitários quanto ao distanciamento em uma escola da rede estadual.

 

 

O secretário visitou o espaço do Centro de Inovação da Educação Básica Paulista (CIEBP) que funciona na Escola Estadual Professora Zuleika de Barros Martins Ferreira, na Pompéia, zona oeste da cidade de São Paulo.

No vídeo, é possível ver alunos agrupados em trios ou duplas, descumprindo a recomendação de distanciamento que consta na própria resolução de normas publicadas pelo estado para a retomada de aulas presenciais. O documento destaca que é mandatório “Utilizar marcação no piso para sinalizar o distanciamento de 1,5 metro; Organizar as salas de aulas e as carteiras, respeitando o distanciamento de 1,5 metro”.

 

O CIEBP é um programa oferecido pelo estado que visa promover e impulsionar a inovação nos espaços escolares, a partir do trabalho com projetos, metodologias inovadoras e tecnologias. Segundo o governo, a meta do programa é que até o fim de 2021 sejam construídos outros 14 centros de inovação em todo o Estado de São Paulo.

A postagem do secretário não passou despercebida nas redes sociais. O pesquisador e professor de políticas educacionais na Universidade Federal do ABC, Fernando Cássio, questionou a conduta chancelada pelo governo.

“O centro de inovação não possui sequer um computador por usuário, obrigando as pessoas a trabalharem assim, juntinhas, descumprindo o mais básico dos protocolos sanitários na presença do próprio secretário. Agora imaginem como é a vida nas escolas reais, aquelas que não têm cadeiras coloridas, não são chamadas de “centro de inovação” e não aparecem nas redes sociais do secretário da educação com a logomarca #rossieli”, escreveu nas redes sociais.

As aulas presenciais no estado de São Paulo retornaram no dia 14 de abril, após o anúncio do fim da fase emergencial e ida para a fase vermelha do plano de retomadas, uma das mais restritivas. Na cidade, o retorno foi anunciado desde o dia 12 de abril.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem