Educação

No Complexo do Alemão, Lula propõe manchete otimista para os jornais

O presidente esteve no Rio de Janeiro para a inauguração de um novo instituto federal na região

Foto: Ricardo Stuckert/PR
Apoie Siga-nos no

Esqueça as manchetes de violência, a palavra do dia é educação. De passagem peloComplexo do Alemão, no Rio de Janeiro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), propôs uma manchete otimista para os jornais, destacando a inauguração de um novo Instituto Federal na região.

“Eu queria pedir uma edição especial para a capa do jornal O Globo, do jornal O Dia, do Extra: hoje, dia 7 de fevereiro, não foi um delegado ou um capitão da polícia que veio anunciar a quantidade de mortes no Complexo do Alemão. Hoje, o governo federal e o governo municipal vieram aqui dizer: dia 7 de fevereiro, quem veio ao Complexo do Alemão foi a educação, para salvar essa gente. Eu estou até ditando a manchete para os jornais. Dia 7 de fevereiro foi o dia da educação no Complexo do Alemão”, disse o presidente.

O evento, realizado nesta quarta-feira 7, foi celebrado para anunciar a doação de um terreno público e o investimento de 15 milhões de reais para a criação de mais uma unidade Instituto Federal no Rio de Janeiro.

O campus poderá receber até 1,4 mil estudantes e tem data prevista de inauguração em dezembro de 2025.

Os recursos da obra foi provisionado por meio do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo PAC), que também prevê a construção de outras 100 unidades de institutos federais, com o valor total de investimento de 3,9 bilhões de reais.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.