Educação

Lista de aprovados no Prouni será divulgada nesta terça-feira; saiba como acessar

No total, o programa oferece 406.428 bolsas de ensino superior, sendo 308.997 integrais e 97.451 parciais

Prouni. Foto: José Rosa/Portal Brasil
Apoie Siga-nos no

A lista de aprovados do Programa Universidade Para Todos (Prouni) de 2024 será divulgada nesta terça-feira 6. 

A divulgação dos resultados vai acontecer em duas etapas: além da de hoje, a segunda chamada será realizada no dia 24 de fevereiro

O Prouni tem como público-alvo os alunos que desejam obter bolsas de estudos em universidades privadas. Para a edição deste ano, haverá um aumento de vagas em cursos como medicina e direito, segundo o Ministério da Educação. 

No total, o programa oferece 406.428 bolsas, sendo 308.997 integrais e 97.451 parciais. Elas são distribuídas em 15.482 cursos de mais de mil instituições de ensino participantes.

O acesso ao resultado será feito através da conta Gov.br diretamente no site do Prouni.

Para se inscrever no Prouni, o aluno precisa preencher um conjunto de critérios estabelecidos nas regras do programa. Um deles é ter participado da edição 2022 ou 2023 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Em termos de renda, o programa estabelece que o rendimento familiar bruto mensal por pessoa não pode ultrapassar o valor de um salário mínimo e meio, para que o candidato possa obter bolsas integrais.

Além dos resultados de hoje e do dia 24, outras datas serão importantes no calendário do Prouni: a manifestação de interesse na lista de espera, que deverá ser feita entre 14 e 15 de março, além do resultado da lista de espera, marcado para o dia 18 de março.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.