Educação

Izolda Cela, braço direito de Camilo Santana, anuncia saída do MEC

A saída de Izolda ocorre no limite legal da legislação eleitoral para concorrer a cargos nas eleições municipais desse ano

Reprodução/Facebook
Apoie Siga-nos no

A secretária-executiva do Ministério da Educação, Izolda Cela Arruda Coelho, anunciou internamente a saída do cargo, que o segundo na hierarquia da pasta e atuava diretamente ao lado do ministro Camilo Santana.

Em mensagens obtidas pela Folha de São Paulo, Izolda confirma não fazer mais parte da equipe a partir de 2 de junho e elogiou a condução de Camilo Santana no MEC até o momento.

Vice de Camilo Santana, Izolda foi governadora do Ceará em 2022 após a saída de Santana para concorrer por uma vaga no Senado. A saída dela ocorre no limite legal da legislação eleitoral para concorrer a cargos nas eleições municipais desse ano. A informação é que a recém filiada ao PSB estaria disposta a concorrer pela prefeitura de Sobral, no Ceará.

Professora e psicóloga, Izolda atuou como secretária de Educação no Ceará durante o governo de Cid Gomes, hoje também do PSB, e foi responsável pela implementação do Programa de Alfabetização na Idade Certa. O programa serviu de forte inspiração para as novas diretrizes do governo Lula sobre o mesmo tema.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo