Economia

Bolsonaro diz que vai baixar decreto para exigir que postos de gasolina mostrem qual é o preço do combustível nas refinarias

Presidente voltou a afirmar que não pretende tabelar os preços dos combustíveis

Foto: EVARISTO SA / AFP
Foto: EVARISTO SA / AFP
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira, em entrevista à a rádio Itatiaia, de Minas Gerais, que vai baixar um decreto para exigir que os postos de gasolina mostrem qual é o preço dos combustíveis nas refinarias.

O presidente afirmou também que uma nova diretoria da Petrobras poderia mudar a política de preços da empresa. Segundo ele, apesar de o estatuto da estatal definir regras para os reajustes, há espaço para mudanças.

Bolsonaro voltou a dizer que não quer tabelar preços dos combustíveis e que apenas pediu para lucros serem reduzidos.

E acrescentou que deve sancionar esta semana o projeto que limita as alíquotas de ICMS cobradas sobre combustíveis.

Agência O Globo

Agência O Globo
Agência de notícias e de fotojornalismo do Grupo Globo.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.