CartaExpressa

Vacinação contra a gripe será ampliada para pessoas acima de seis meses de idade

Segundo o Ministério da Saúde, a medida se justifica pelo fato de que os casos de influenza estão crescendo no país

Vacinação contra a gripe. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O Ministério da Saúde ampliou o grupo de pessoas que poderá receber a vacina contra a gripe. Agora, pessoas acima de seis meses de idade poderão receber o imunizante.

Em anúncio feito pela rede X – o antigo Twitter -, na última terça-feira 30, a ministra Nísia Trindade afirmou que a ampliação acontece porque os casos de influenza estão aumentando no país.

Segundo o Ministério, a medida vai começar a valer a partir do momento em que estados e municípios forem notificados pela pasta. 

Os municípios, por exemplo, terão autonomia para que possam definir quais estratégias serão tomadas para promover a vacinação. A logística dependerá do estoque de vacinas disponível.

“Dependendo do estoque de vacinas e da situação dos casos em cada localidade, poderá haver restrições pontuais para certas faixas etárias a fim de garantir a vacinação dos grupos prioritários, mas de forma excepcional”, disse a ministra.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar