CartaExpressa

Vacina chinesa: Governadores articulam lei para garantir acesso à Coronavac

Vacina chinesa: Governadores articulam lei para garantir acesso à Coronavac

Após o presidente Jair Bolsonaro dizer que o governo não vai comprar a Coronavac,  vacina chinesa que será produzida no Brasil pelo Instituto Butatan, governadores começaram a articular um plano para garantir acesso ao imunizante.

Segundo divulgou a coluna da Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, uma das soluções seria aprovar, no Congresso Nacional, uma lei que permitisse a compra da vacina mesmo sem o registro nacional —mas desde que ele fosse aprovado pela agência equivalente de algum outro país ou região com tradição científica, como EUA, União Europeia, Japão ou a própria China.

A iniciativa seria inspirada em artigo da Lei 13.979, aprovada em fevereiro para que o país enfrentasse a Covid-19. Ele prevê a aquisição excepcional e temporária de medicamentos, equipamentos, materiais e insumos na área de saúde sem registro da Anvisa.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem