CartaExpressa

‘Tem de ser muito irresponsável para falar de fuzil a quem não tem feijão’, diz vice-presidente da Câmara

Marcelo Ramos (PL-AM) ainda declarou que ‘a conversa atual com Bolsonaro é sobre 15 milhões de desempregados’

Marcelo Ramos e Jair Bolsonaro. Fotos: Câmara dos Deputados e Sergio Lima/AFP
Marcelo Ramos e Jair Bolsonaro. Fotos: Câmara dos Deputados e Sergio Lima/AFP

O vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), foi às redes sociais nesta sexta-feira 27 para criticar Jair Bolsonaro. A apoiadores no ‘cercadinho’ do Palácio da Alvorada, o presidente disse que “tem que todo mundo comprar fuzil”.

“Tem que ser muito irresponsável pra falar de fuzil pra quem não tem feijão”, escreveu Ramos.

“A conversa atual com Bolsonaro é sobre 15 milhões de desempregados, 19 milhões com fome, inflação de 30% na cesta básica, gasolina, energia e gás de cozinha, juros futuros já acima de dois dígitos. É sobre isso que ele tem que falar. No mais, vai ficar falando só”, disse ainda o deputado.

A seus militantes, Bolsonaro também afirmou nesta sexta que “povo armado jamais será escravizado”.

“Sei que custa caro. Tem idiota que fala ‘tem que comprar feijão’, mas se você não quer comprar fuzil não enche o saco de quem quer comprar”, completou.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!