CartaExpressa

‘Sinto falta’, diz Mourão após ser ‘excluído’ de reunião por Bolsonaro

O general já indicou que não deve estar na chapa que tentará a reeleição, em 2022

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão. Foto: Romério Cunha/VPR
O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão. Foto: Romério Cunha/VPR

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta terça-feira 15 sentir saudade das reuniões com o presidente Jair Bolsonaro e ministros.

Bolsonaro se encontrou nesta manhã com ministros para discutir ações da gestão federal. Questionado por jornalistas se havia sido chamado, Mourão negou.

“Não, não fui convidado”, respondeu. “Sinto falta. A gente fica sem saber o que está acontecendo. É importante que a gente saiba o que está acontecendo, né? Paciência, né? C’est la vie [‘É a vida’], como dizem os franceses”.

Em diversas ocasiões nos últimos meses, Mourão indicou que não deve ser o vice de Bolsonaro na tentativa de reeleição, em 2022. No dia 10 de maio, em entrevista ao UOL, o general declarou: “Tudo indica que ele não me quer como vice. Mas também não vou morrer por causa disso”.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!