CartaExpressa

Senadores acusam Ernesto Araújo de mentir na CPI da Covid

Senadores acusam Ernesto Araújo de mentir na CPI da Covid

Ex-ministro negou que, em sua gestão, o Brasil fosse alinhado aos EUA e afirmou que nunca atacou a China

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), acusou o ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo de mentir durante seu depoimento na Comissão.

Na sessão, Araújo negou que, em sua gestão, o Brasil fosse alinhado aos EUA e afirmou que nunca atacou a China.

“Jamais promovi nenhum atrito com a China, seja antes, seja durante a pandemia. Não era uma política de alinhamento automático com os EUA, nem uma política de enfrentamento com a China”, disse o ex-ministro

Aziz, no entanto, reagiu: “Vossa Excelência está faltando com a verdade […] Nega aquilo que escreveu”.

O líder da minoria, senador Jean Paul Prates (PT-RN), também opinou sobre o depoimento.

“Nas primeiras perguntas o ex-chanceler Ernesto Araújo tropeça na verdade dos fatos. Negou as declarações contra a China que podem ter prejudicado as relações com o Brasil. Lamentável que mentir parece fazer parte do DNA deste governo”.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Editor do site de CartaCapital. Twitter: Alisson_Matos

Compartilhar postagem