CartaExpressa

PSOL pede à PGR que investigue sete deputados acusados de fake news sobre o RS

Pedido é para que a PGR ofereça a denúncia ao STF e implique os acusados em crimes como os de calúnia e difamação

Dep. Filipe Martins (PL - TO). Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
Apoie Siga-nos no

A bancada do PSOL na Câmara encaminhou uma representação à Procuradoria Geral da República contra sete parlamentares apontados como autores de fake news no contexto da crise vivida pelo estado do Rio Grande do Sul em decorrência das chuvas.

Os autores pedem que sejam investigados os deputados federais: Filipe Martins (PL-TO), Jonildo José de Assis (União Brasil – MT), Gilvan Aguiar Costa (PL-ES), Paulo Bilynnkyj (PL-SP), Caroline Rodrigues de Toni (PL-SC), Ulysses Freitas Pereira de Araújo (União Brasil-AC) e Eliéser Girão Monteiro Filho (PL-RN).

Os citados, sustentam os parlamentares, estiveram envolvidos na veiculação de informações falsas, como a de que caminhões com doações estariam sendo barrados em fiscalizações no Rio Grande do Sul.

“O mais grave, no entanto, é o efeito final da rede de desinformação que é armada pelos denunciados. A confusão gerada por informações falsas e ou distorcidas chega à ponta – a população – e se desdobra em danos diretos às pessoas atingidas pelas enchentes no estado, seja por meio da difusão de pânico, seja por meio da inibição das doações ou da desorganização nos processos de triagem e distribuição dos donativos”, grafam os autores da representação.

O pedido é para que a PGR ofereça a denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) e implique os acusados em crimes como os de calúnia e difamação.

A representação é assinada pelos deputados federais Fernanda Melchionna (PSOL-RS), Sâmia Bomfim (PSOL-SP), Luciene Cavalcante da Silva (PSOL-SP), Tarcísio Motta de Carvalho (PSOL-RJ), Luiza Erundina de Sousa (PSOL-SP), Talíria Petrone Soares (PSOL-RJ), Erika Hilton (PSOL-SP), Francisco Rodrigues de Alencar Filho (PSOL-RJ), Henrique dos Santos Vieira Lima (PSOL-RJ) e Célia Nunes Correa (PSOL-MG). Túlio Gadêlha Sales de Melo, da Rede-PE, também assina a ação.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.