CartaExpressa

Perfil derrubado pelo Facebook foi acessado da casa de Bolsonaro

Perfil derrubado pelo Facebook foi acessado da casa de Bolsonaro

Levantamentos constam em relatórios da PF produzidos durante as investigações do chamado inquérito dos atos antidemocráticos

Tercio Arnaud Tomaz, assessor de Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Facebook

Tercio Arnaud Tomaz, assessor de Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Facebook

A Polícia Federal identificou que um perfil falso derrubado pelo Facebook em junho do ano passado foi acessado a partir de endereços ligados ao presidente Jair Bolsonaro: o Palácio do Planalto, sede oficial do governo, e a casa da família na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com a publicação, os levantamentos constam em relatórios produzidos durante as investigações do chamado inquérito dos atos antidemocráticos.

Os documentos mostram que, nos endereços ligados a Bolsonaro, foram acessadas a conta de Instagram Bolsonaro News e o perfil pessoal no Facebook de Tércio Arnaud Thomaz, assessor do presidente apontado como integrante do chamado ‘gabinete do ódio‘.

Na casa do presidente, os acessos foram feitos em novembro de 2018. Já na rede da Presidência, foram mais de 100 acessos só ao perfil Bolsonaro News entre novembro de 2018 e maio de 2019.

 

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem