CartaExpressa

Pazuello não estabelece data para chegada de doses da vacina de Oxford ao Brasil

‘Não tenho a resposta positiva até agora’, declarou o ministro nesta segunda-feira 18

(Foto: Reprodução/TV Brasil)
(Foto: Reprodução/TV Brasil)

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta segunda-feira 18 que ainda não obteve “resposta positiva” sobre a chegada de dois milhões de doses da vacina de Oxford produzidas por um laboratório indiano.

“Todos os dias temos tido reuniões diplomáticas com a Índia. Estamos recebendo a sinalização de que isso deverá ser resolvido nos próximos dias dessa semana. Não tenho a resposta positiva até agora. Não há resposta positiva de saída até agora. Está sinalizado para os próximos dias dessa semana o embarque da carga para cá”, declarou Pazuello em entrevista coletiva em Brasília.

O general ainda afirmou que o governo federal conta conta com as doses do imunizante para “atender mais ainda a população”.

A ideia da gestão Jair Bolsonaro era enviar um avião à Índia na última sexta-feira 15 para que, dois dias depois, as vacinas chegassem ao Rio de Janeiro. O plano, no entanto, foi frustrado em meio ao início da vacinação pelo governo indiano.

CartaCapital

CartaCapital

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!