CartaExpressa

Pai de aluno é preso ao atirar na porta de uma escola e ferir um adolescente

O revólver teria sido apontado para o chão, mas a bala ricocheteou e atingiu o menor de idade

Créditos: Reprodução
Apoie Siga-nos no

Um homem de 44 anos foi preso na tarde da quarta-feira 18 depois de atirar e ferir um estudante de 16 anos a tiro na porta de uma escola em São Bernardo do Campo, na região do ABC.

O caso aconteceu depois que estudantes se envolveram em uma briga na porta da Escola Estadual Neusa Figueiredo. No momento da confusão, o pai de um dos jovens, identificado como Antonio Carlos Pereira Moura, que teria ido à unidade para buscar seu filho, acabou atirando e atingindo um adolescente.

Imagens da ocorrência mostram os estudantes brigando entre si, e depois alguns deles atacando o carro do pai do estudante com chutes. O veículo chegou a ter o retrovisor quebrado.

O revólver teria sido apontado para o chão, mas a bala ricocheteou e atingiu o menor de idade. Segundo nota encaminhada à reportagem pela Secretaria de Segurança Pública, a vítima foi levada pelo SAMU ao Hospital Santa Helena, onde foi medicado. “O menor teve alta médica e será ouvido nos próximos dias”, acrescentou a pasta.

Após o ocorrido, o autor do disparo chegou a se evadir do local, mas foi encontrado em sua residência e preso em flagrantes por policiais militares, como também confirmou a SSP.

A pasta informou que o indiciado confessou o crime e afirmou ser CAC, apresentando os documentos da arma utilizada, que foi apreendida. O caso foi registrado como posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, disparo de arma de fogo, lesão corporal, dano, ameaça, e contravenções Penais (Vias de fato).

Também em nota, a Secretaria de Educação de São Paulo lamentou o ocorrido, e disse repudiar toda forma de violência dentro ou fora do ambiente escolar. A pasta confirmou o registro do boletim de ocorrência, acrescentou que as atividades presenciais na escola não foram prejudicadas, e que a equipe do Programa de Melhoria da Convivência e Proteção Escolar (Conviva-SP) está prestando todo o apoio à comunidade escolar.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.