CartaExpressa,Política

Oposição inclui conversa de Bolsonaro com Kajuru em pedido de impeachment

Oposição inclui conversa de Bolsonaro com Kajuru em pedido de impeachment

O diálogo entre o presidente e o senador mostra a tentativa de impedir o livre funcionamento do Poder Legislativo, dizem parlamentares

Foto: EVARISTO SA / AFP

Foto: EVARISTO SA / AFP

Parlamentares da oposição acrescentaram, na quarta-feira 14, as conversas telefônicas do presidente Jair Bolsonaro com o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) no pedido de impeachment que foi protocolado em 30 de março.

No documento original, os líderes justificaram a necessidade de afastamento do presidente a partir do uso das “Forças Armadas para promover seu projeto autoritário de poder, o que configura crime de responsabilidade”.

 

 

 

Para eles, o diálogo entre o presidente e o senador mostra a tentativa de impedir o livre funcionamento do Poder Legislativo.

“Em um período de menos de 20 dias, o presidente cometeu uma série de crimes de responsabilidade. Além de ‘cooptação às Forças Armadas’, ele agora tenta impedir o livre funcionamento do Senado e constrange os ministros do STF”, diz o senador Jean Paul Prates (PT-RN), líder da minoria na Casa.

O presidente é um serial killer constitucional, sua irresponsabilidade está matando e por isso ele não pode permanecer no cargo. A Câmara precisa reagir e abrir o processo de impeachment”, acrescenta o deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ).

Além de Prates e Freixo, o pedido é assinado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede/AP), o deputado Alessandro Molon (PSB/RJ) e o deputado Arlindo Chinaglia (PT/SP).

Leia o documento na íntegra.

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Editor do site de CartaCapital. Twitter: Alisson_Matos

Compartilhar postagem