CartaExpressa

Morre o deputado estadual Otoni de Paula Pai, aos 71 anos

Político lutava contra um câncer no fígado

Reprodução Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

Morreu, nesta segunda-feira 27, o deputado estadual pelo Rio de Janeiro, Otoni Moura de Paula, conhecido como Otoni de Paula Pai (MDB), aos 71 anos.

A informação da morte foi publicada pelo filho do político, o deputado federal bolsonarista Otoni de Paula (MDB).

O parlamentar enfrentava há meses um câncer no fígado. As informações sobre o estado de saúde do parlamentar eram constantemente atualizadas pelos familiares nas redes sociais.

Otoni de Paula Pai era pastor e foi vereador em Nova Iguaçu, entre 1988 e 1992. Em 2016, foi eleito vereador pela cidade do Rio de Janeiro.

Em 2018 se candidatou a deputado estadual, mas não conseguiu se eleger. Em 2022, tornou a se candidatar e, dessa vez, conquistou uma vaga na Assembleia do Rio de Janeiro, com quase 42 mil votos.

Na sua biografia no site da Alerj, o político bolsonarista se definia como pai do deputado federal e “em favor da vida, da família e dos valores conservadores”.

O Governo do Estado decretou 3 dias de luto pela morte do parlamentar. Cláudio Castro (PL) também lamentou a morte do político:

“A política fluminense perdeu hoje um político atuante e um homem de Deus”, escreveu o governador bolsonarista ao lembrar da atuação de Otoni de Paula Pai como pastor.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.