CartaExpressa

Ministro da Justiça pede que PF investigue revista que ligou Bolsonaro a Hitler

A IstoÉ publicou uma capa com o título ‘Mercador da morte’ e uma foto do ex-capitão com um bigode que forma a palavra ‘genocida’

Jair Bolsonaro e Anderson Torres. Foto: Marcos Corrêa/PR
Jair Bolsonaro e Anderson Torres. Foto: Marcos Corrêa/PR

O ministro da Justiça, Anderson Torres, acionou a Polícia Federal e solicitou a abertura de um inquérito contra a Revista IstoÉ. O veículo ligou o presidente Jair Bolsonaro ao nazista Adolf Hitler, em uma capa.

Torres confirmou a decisão em postagem nas redes sociais e cobrou “apuração imediata de possível crime contra a honra do presidente Jair Bolsonaro, cometido pela revista IstoÉ, em sua última edição”.

A publicação trazia o título “As práticas abomináveis do mercador da morte” e uma foto do ex-capitão com um bigode que formava a palavra “genocida”. 

Na última terça-feira 19, a Advocacia-Geral da União pediu direito de resposta. A AGU alega que “essa veiculação não condiz com a verdade dos fatos” e que “a notícia veiculada atinge direta e indevidamente a imagem do Presidente da República, como chefe de Estado e do governo no País e no exterior”.

Como resposta, a AGU sugere que seja publicada uma nova edição, com o título “Governo Bolsonaro defendeu a vida, o emprego, a liberdade e a dignidade”. Na capa, Bolsonaro acenaria em um desfile de 7 de setembro, abraçado por brasileiros.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!