CartaExpressa

Justiça nega recurso de Piquet e mantém multa de R$ 5 milhões por ofensas contra Hamilton

Bolsonarista chamou o piloto da Mercedes de ‘neguinho’ e fez comentários homofóbicos em uma entrevista

Reprodução Twitter
Apoie Siga-nos no

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal negou o recurso do ex-piloto de Fórmula 1 Nelson Piquet, condenado a pagar uma indenização de 5 milhões de reais por ofensas racistas contra o britânico Lewis Hamilton.

O ex-piloto havia sido condenado em março deste ano após a repercussão de uma entrevista em que ele chama Hamilton de ‘neguinho’. Na mesma conversa, Piquet chama Lewis e outros dois pilotos da família Rosberg de ‘bichas’. Os comentários homofóbicos também pautaram a decisão que pediu indenização por danos morais coletivos. O dinheiro será destinado a fundos de combate ao racismo e à homofobia.

A decisão contra o recurso foi publicada na quinta-feira 1, mas despachada no final de maio. Os termos são assinados por pela juíza Thaissa de Moura Guimarães. Ela manteve a íntegra da punição ao bolsonarista.

No pedido negado, a defesa de Piquet argumentava que houve omissão, obscuridade ou contradição na decisão que definiu a indenização de 5 milhões de reais. Todos os argumentos, porém, foram negados.

“Verifico no presente caso, indemonstrada a existência dos elementos acima descritos (omissão, obscuridade ou contradição), o improvimento dos Embargos ora opostos é medida que se impõe. Pelo exposto, CONHEÇO dos embargos declaratórios, mas, contudo, NEGO-LHES PROVIMENTO, mantendo íntegro o ato judicial impugnado”, escreveu a juíza.

Leia a íntegra:

piquet-recurso-negado-26mai-2023

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar