CartaExpressa

Governo marca leilão para compra de arroz importado

As despesas relativas à aquisição de arroz importado estarão limitadas a 1,7 bilhão de reais

Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O leilão público para compra de arroz importado vai acontecer no dia 6 de junho, anunciou o presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Edegar Pretto.

O arroz comprado pela Cohab será vendido por 4 reais o quilo e o pacote terá o rótulo do governo.

A Conab poderá comprar até 300 mil toneladas de arroz beneficiado importado. A medida visa mitigar o impacto social e econômico decorrente do desastre climático no Rio Grande do Sul.

As despesas relativas à aquisição de arroz importado estarão limitadas a 1,7 bilhão de reais.

Os estoques de arroz serão destinados à venda para pequenos varejistas, mercados de vizinhança, supermercados, hipermercados, atacarejos e estabelecimentos comerciais.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar