CartaExpressa,Política

FHC pede ‘união de forças’ pela liberdade e defende diálogo com Lula: ‘É um democrata’

FHC pede ‘união de forças’ pela liberdade e defende diálogo com Lula: ‘É um democrata’

Foto: EBC

Foto: EBC

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) comentou, em entrevista à emissora de TV argentina La Nación+, a conversa que teve com o ex-presidente Lula (PT) em maio, na cidade de São Paulo.

“Devemos unir forças nos momentos mais difíceis para que a democracia e a liberdade sejam mantidas, porque não são coisas que se dão para sempre”, disse FHC.

Considerando a situação do Brasil, avaliou o tucano, é importante que a oposição estabeleça algum tipo de relação, porque “pode ser que a democracia não seja tão favorável no futuro como alguns gostariam”.

“O Lula é um democrata. Pode ter um partido com ideias diferentes, mas acho que há respeito”, acrescentou.

Embora tenha demonstrado preocupação com a democracia brasileira, FHC indicou à TV argentina que não vê no País o risco de um golpe. “Eu também não acho que Bolsonaro queira isso”, disse. “Mas, quando um governo começa a sentir que não há oposição, ele pensa que é único”.

 

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem