CartaExpressa

Estudante morre esfaqueado após briga em frente a escola em Goiás

O caso aconteceu em frente ao Colégio Estadual Leiny Lopes de Souza, no bairro Calixtópolis; outros dois adolescentes ficaram feridos

Fachada do Colégio Estadual Leiny Lopes de Souza. Créditos: Reprodução Google Street View
Apoie Siga-nos no

Um adolescente de 14 anos morreu e outros dois ficaram feridos, nesta quarta-feira 21, após uma briga em frente a uma escola em Anápolis, Goiás.

O caso aconteceu no início da tarde depois de uma briga que envolveu estudantes e familiares e ocorreu em frente ao Colégio Estadual Leiny Lopes de Souza, no bairro Calixtópolis.

O delegado Wllisses Valentim narrou que o caso teve início no dia anterior, depois que estudantes se envolveram em uma discussão na execução de uma live; na ocasião, ficou acordado entre o grupo que as desavenças seriam resolvidas na escola no dia seguinte, o que levou à briga.

Com base em câmeras de segurança de um comércio próximo, o delegado narrou que a briga envolveu dois grupos, de um lado cinco adolescentes, e de outro um adolescente acompanhado de seu irmão de 20 anos, e de sua mãe de 43. A briga começou com socos, pontapés e empurrões, mas, em um dado momento, o jovem de 20 anos, que portava uma faca, acabou atingindo três estudantes. A mãe, ainda segundo o delegado, aparece nas imagens desferindo golpes de martelo nos adolescentes do grupo rival.

Um dos estudantes morreu no local e os outros dois foram socorridos para hospitais de Anápolis, informou a Polícia.

O estudante, o irmão e a mãe foram detidos e levados à delegacia que acompanha o caso. O jovem e a mulher foram presos por homicídio e tentativa de homicídio, e o menor foi apreendido. Na casa da família foram apreendidos o martelo e a faca usados na briga, segundo a polícia.

A Secretaria Estadual de Educação de Goiás diz que uma equipe multidisciplinar do Núcleo de Saúde e Segurança do Servidor e do Estudante, formada por psicólogos e assistentes sociais, está no colégio prestando auxílio a alunos, professores e familiares.

A pasta afirmou que a escola funcionou normalmente nesta quarta-feira 21 a pedido das famílias de alunos, que alegaram não ter com quem deixar os estudantes em casa.a de 12h15 ao final da aula alguns jovens se reuniram na porta da escola para resolverem a questão conforme avençaram no dia anterior. Uma briga envolvendo vários adolescentes e a genitora de um deles teve início, havendo troca de socos e empurrões, porém em dado momento um dos jovens, este com 20 anos de idade, portando uma faca golpeou três adolescentes, sendo que um deles, de 14 anos, faleceu no local, os outros dois foram socorridos e neste momento passam por atendimento médico.

Durante a briga a mãe de dois jovens que se envolveram na contenda, sendo um deles o autor dos golpes de faca, desferiu golpes de martelo contra alguns envolvidos. Desta forma ela que tem 43 anos, o filho de 20 anos e o filho de 15 anos foram conduzidos pela Polícia Militar até a Central de Flagrantes para a realização dos procedimentos legais.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar