CartaExpressa

Diretor de setor responsável pelo Enem no Inep pede demissão

Além de mudanças em seu quadro após a aplicação da prova, instituto enfrentou a demissão coletiva de 35 servidores

Créditos: Divulgação MEC / Luis Fortes
Créditos: Divulgação MEC / Luis Fortes
Apoie Siga-nos no

O diretor de Avaliação Básica do Inep, Anderson Soares Furtado Oliveira, pediu demissão do cargo. A sua exoneração foi publicada nesta terça-feira 25 no Diário Oficial da União. A

Oliveira estava na diretoria do Enem desde maio de 2021. É servidor de carreira. Trabalha no Inep desde 2013.

Para ocupar o seu cargo foi nomeada a servidora Michele Cristina Silva Melo que ocupava, desde 2021, o cargo de diretora de Estudos Educacionais no Inep. Ela é doutora em economia pela Universidade Federal Fluminense.

O instituto tem feito algumas modificações em seus quadros após a aplicação do exame deste ano. O diretor de Gestão e Planejamento, Alexandre Avelino Pereira, foi substituído por Jofran Lima Roseno. Também foram nomeadas duas diretoras para a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação. Joelma Kremer foi indicada para diretora de Políticas e Regulação da Educação Profissional e Tecnológica. E Tassiana Cunha Carvalho, como diretora de Articulação e Fortalecimento da Educação Profissional e Tecnológica.

A menos de duas semanas da aplicação da prova, que foi realizada nos dias 21 e 28 de novembro,  35 servidores pediram exoneração de seus cargos; Em carta aberta, os demissionários mencionaram “fragilidade técnica e administrativa da atual gestão máxima do Inep”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.